29
May
a saga star wars

Por que a saga Star Wars é um sucesso?


Qualquer pessoa que viva neste planeta sabe: a saga Star Wars é um dos maiores sucessos do cinema, conquistando fãs através de várias gerações.

Um feito tão impressionante que a primeira produção, em 1977, têm adeptos que nem tinham nascido nessa época – e mesmo hoje lotam os cinemas para assistir à continuação da saga.

Já assistiu? Então entende direitinho do quê estamos falando aqui. Mas se ainda resiste a conferir o porquê de tanto sucesso da saga Star Wars, veja aqui alguns motivos para se render a ela. E começar já a maratona!

Aproveite para conferir os lançamentos de filmes para 2017!

Do que se trata a Saga Star Wars?

Star Wars trata exatamente disso: uma guerra nas estrelas, que aconteceu “há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante”.

A história começa com Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança (isso mesmo, começa pelo “meio”), que conta a história de Luke Skywalker.

Ele é um jovem que recebe a missão de encarar uma luta contra o Império e o temido Darth Vader. Para isso, conta com a ajuda de aliados dos antigos Jedi, como o contrabandista Han Solo e a Princesa Léia.

Os primeiros 3 filmes contam a saga de Luke Skywalker contra o Império. Já a segunda trilogia, lançada quase 20 anos mais tarde, retoma as origens da história desse herói, assim como a de seu inimigo, Darth Vader.

Mais recentemente, a franquia Star Wars foi retomada, com sucesso total de bilheteria. Na nova produção, a catadora Rey, o ex-Stormtrooper Finn, o vilão Kylo Ren  e o aviador Poe Dameron se juntam a Luke para uma nova história. Que ainda continua: o próximo filme da nova trilogia chega aos cinemas o dia 15 de dezembro, em “Star War: Episódio VIII – Os Últimos Jedi”.

Qual a melhor ordem para começar a maratona Star Wars?

Você sempre assiste uma série pela ordem em que os filmes foram lançados, certo?

No caso da Saga Star Wars, isso não é a única maneira.

Na verdade, como os episódios foram lançados “fora de ordem”, há muita discussão sobre qual seria a melhor maneira para acompanhar a história: se a de filmografia ou a cronológica.

saga star wars

Não existe ordem certa para assistir o filme. Cada um têm suas preferências. Agora, se está em dúvida de como é o melhor jeito de começar, confira aqui os principais argumentos para cada escolha:

A Saga Star Wars: Ordem de filmografia

Quem defende essa ordem acredita que ela é a melhor maneira de garantir as surpresas da saga.

O roteiro deve ser respeitado, mas, mais do que isso, seguir a ordem da filmografia ajuda a criar um interesse bem maior pela trama.

Isso porque os dois primeiros lançamentos, Star Wars IV – Uma nova esperança (1977) e Star Wars V – Um império Contra-ataca (1980) são considerados os melhores.

Além do mais, eles contam o suficiente para não deixar você se perder na história. Sem falar que pode ser meio estranho você começar a assistir produções com a qualidade dos anos 2000, e em seguida voltar para a baixa tecnologia dos anos 1980.

Nessa opção, você assistiria os episódios 4, 5, 6, 1, 2 e 3 na sequência. No caso:

  • O Ataque dos Clones (2002),
  • A Vingança dos Sith (2005),

Ordem cronológica:

Você também pode optar por acompanhar os fatos na forma mais óbvia, que é ordem em que acontecem!

Essa forma de assistir à saga Star Wars tem uma vantagem: após o lançamento da segunda trilogia, algumas imagens foram acrescentadas nos primeiros filmes. Elas podem confundir um pouco, e a ordem cronológica evita isso.

Por outro lado, acaba com uma das maiores (e mais famosas) surpresas do filme. Na prática, é como se o episódio 3 fosse todo um grande spoiler.

Nessa opção, você simplesmente assisti aos episódios em ordem: 1, 2, 3, 4, 5, 6.

Ordem “flashback gigante”:

Como se não fosse difícil o suficiente escolher entre as duas ordens mais comuns de assistir aos filmes, existe ainda uma terceira opção viável.

Nela, você assistiria tudo como um grande flashback. Começando pelos dois primeiros filmes lançados – preservando a surpresa.

Depois, assiste ao início de tudo, que é a trilogia lançada a partir de 1999. Só então assiste ao episódio 6, que mostra o destino dos heróis – continuando tudo aquilo que começou nos dois primeiros filmes.

No fim, ficaria assim: Episódios 4, 5, 1, 2, 3, 6.

Animações ajudam quem não aguenta a ansiedade

Quando a maratona acaba, fica sempre aquele gostinho de quero mais, não é mesmo?

No caso da saga Star Wars, você não precisa só ficar aguardando o próximo spin-off da franquia no final do ano.

É que há várias animações que ajudam a segurar a ansiedade até lá. Algumas delas até na Netflix!

As animações têm uma característica especial: depois que a Disney comprou a LucasFilm, elas escaparam do selo “Legends”. Por isso são tão valorizadas por fãs.

Mas, assim como os filmes, a sequência ideal para assistir pode ser confusa.

A recomendação é começar pelas 3 temporadas de “Clone Wars” (Guerras Clônicas), que foi ao ar pela primeira vez entre 2003 e 2005.

Depois, vale assistir ao filme animado “The Clone Wars”, de 2008, seguindo pela série de mesmo nome, que foi lançada em 2008. Essa, que seria a continuação do filme, tem 6 temporadas disponíveis.

Conseguiu dar conta de todas essas maratonas? Então vale continuar com “Star Wars Rebels”(2014).

E, por que não, continuar com o desenho “Droids”, de 1985/1986. Tudo bem, ele não tem uma conexão tão forte com a saga Star Wars, mas ajuda a matar a saudade.

Saga Star Wars em Livros, HQs, games etc

Se as animações não seguraram a ansiedade por tempo o suficiente, calma! Não faltam recursos para evitar a abstinência de Star Wars. Livros, HQs, games, bonecos dignos de coleções… tem de tudo por aí com nossos personagens intergalácticos favoritos.

No universo dos quadrinhos, vale conferir as publicações atuais da Marvel, detentora do cânone oficial. Mas as revistas, em geral, são divididas em períodos de tempo, nessa ordem:

  • A Antiga República
  • O Surgimento do Império
  • A Rebelião
  • Nova Ordem Jedi
  • Legado

Já os livros, nem todos estão traduzidos para o português. O destaque, no entanto, é para a trilogia do Han Solo, escrita por A. C. Crispin, e a Trilogia Thrawn, realizada por Timothy Zahn. Já entre publicações mais recentes, vale conferir “Marcas da Guerra”,  “Estrelas Perdidas” e os livros de antologia sobre  os três protagonistas de “O despertar da força”.

Agora, se a ideia é se aprofundar nesse universo Star Wars, a dica é procurar o “Almanaque Jedi” e “Como Star Wars conquistou o universo”. Assim, você vai ter uma ideia muito melhor de como George Lucas criou a saga Star Wars.

Entre os games, aí tem variedade de sobra!

O mais clássico deles é o Super Star Wars: The Empire Strikes Back, originalmente lançado em 1993, e hoje disponível no Playstation 4 e Playstation Vita.

Também vale conferir o LEGO Star Wars III: The Clone Wars (PSP).

Já no Xbox, você pode jogar Star Wars: The Force Unleashed e Star Wars: The Clone Wars – Republic of Heroes. Isso só para começar com alguns exemplos.

Mas se o seu negócio é jogar no celular ou tablet, pode achar algumas opções na Google Play, como Star Wars: Puzzle Droids e Star Wars: Force Collection.

É uma história e tanto, já deu para ter um noção por que de tanto sucesso?

10 Motivos para assistir e maratonar a saga Star Wars

como assistir a saga star wars

  1. É um dos maiores sucessos do cinema
  2. George Lucas é um dos maiores talentos na criação de mundos
  3. Você pode conversar sobre os filmes com pessoas de todas as gerações
  4. A Princesa Léia foi marcante por ser uma forte personagem feminina exatamente em uma época em que haviam poucas do gênero
  5. Vai ser o assunto do momento em dezembro, quando o novo episódio for lançado
  6. Acompanhar a evolução dos efeitos e tecnologias no cinema é demais!
  7. De quadrinhos e livros a games, não faltam elementos para ajudar a “matar a saudade” dos personagens
  8. É bem fácil começar a maratona. Na verdade, a maioria dos filmes está na Netflix.
  9. O universo Star Wars é apaixonante
  10. O assunto e os bordões da saga nunca ficam velhos. E você vai entender bem melhor algumas brincadeiras por aí.

Curiosidades da saga Star Wars

  • No dia 4 de maio, os fãs fizeram uma espécie de “Dia do Star Wars”. O motivo? Apenas um trocadilho. É que um dos maiores bordões da saga, “Que a força esteja com você”, na versão em inglês (May the force be with you”), soa bem parecido com a data. No caso, “May the Forth be with you” (4 de maio esteja com você).
  • A brincadeira viralizou tanto que o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau homenageou a saga “Star Wars” com meias temáticas. Ele exibiu as meias com os personagens C-3PO e R2-D2 durante um encontro com o primeiro-ministro da Irlanda, Enda Kenny, em Montreal.
  • Carrie Fisher, que interpretou a princesa Léia e faleceu pouco depois das gravações do último filme, também ajudou a escrever o roteiro. A revelação foi feita recentemente pelo diretor Rial Johnson.
  • Na verdade, Carrie já tinha o hábito de mexer no roteiro. Ela chegou a ser contratada por George Lucas para polir os scripts dos 3 primeiros episódios.
  • A arte também inspira a vida. Sabe a comunicação por hologramas, tão famosa nos filmes? Pois estudiosos da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, deram o primeiro passo para torná-las realidade.
  • Star Wars terá um parque temático! As áreas serão lançadas nos parques da Disney em Anaheim, na Califórnia, e em Orlando, na Flórida.
  • As primeiras artes do personagem Darth Vader mostram um personagem bem diferente. Agora, a Sideshow Collectibles lançará uma estatueta de Darth Vader baseada nestas artes iniciais de Ralph McQuarrie. Nela, o vilão veste uniforme negro com detalhes azuis, e um capacete um pouco diferente do atual.

 

Gostou? Então, enquanto não começa a sua maratona, veja também outras curiosidades de filmes clássicos.
E que tal assistir alguns filmes pelo próprio smartphone? Veja aqui os apps que estão bombando para assistir seus filmes e séries favoritos.

Notícias Relacionadas